O futuro do Linux





O FUTURO PERTENCE AO LINUX.




A primeira vez que tive contato com o sistema operacional Linux, confesso que não gostei muito; ele era quase que totalmente utilizado através do terminal de comandos. Eu já conhecia os comandos do Prompt do DÓS, mas os comandos UNIX, eram um grande mistério para mim. Fiquei muitos e muitos anos sem tentar utilizar novamente esse S.O. Continuei no Windows por – pelo menos – uns 15 anos ou mais. No entanto, a necessidade de ter um sistema operacional estável e confiável, me levou a tentar experimenta-lo novamente mais tarde; era a época da internet discada e o sistema que tentei foi o Kurumin, uma versão – distribuição – nacional. Consegui conectar a internet, atualizar sempre que queria o S.O mas, eu queria utilizar programas de edição de música e vídeos, e a única distribuição Linux que poderia me atender, era o recentemente lançado Ubuntu Studio.



AS DIFICULDADES INICIAIS DO UBUNTU STUDIO.


Repleto de programas para multimídia, o Ubuntu Studio, era estável e totalmente imune a vírus de computador. Seria para mim uma boa opção. No entanto, a dificuldade que encontrei para conectar a internet e assim, encontrar material de ajudar para usar os programas de edição de música – Ardour – e vídeos me fizeram desistir dele neste tempo. Assim, não querendo mais ficar dependente do Windows, que tantos problemas me havia feito passar com instabilidade e vírus, minha opção foi tentar os Macintosh’s.
MACINTOSH É BOM MAS O PREÇO DESANIMA!


Comprei então um iMac usado, já que o preço de uma máquina nova estava totalmente aquém do que eu poderia gastar. Confesso que gostei muito do sistema operacional – na época o Leopard -, e a estabilidade e segurança do S.O me cativaram, me tornei fã mesmo da Apple ( só não sou fã do custo do hardware deles ). O iMac usado, durou seis anos comigo, foi um bom tempo e confesso que fui muito produtivo e feliz com ele. Mas o tempo passa e as maquinas, por melhores que sejam, se deterioram. E não foi diferente com o meu velho iMac; ele passou a dar problemas na placa de vídeo e chegou ao ponto de não poder liga-lo mais. Trocar a placa? – nem pensar -, sairia muito caro e assim, minha opção seria ou comprar outro iMac ou, montar um outro PC.

MONTANDO UM PC COM DUAL BOOT!



Eram tempos de vacas magras para mim, assim sendo, montei um PC e instalei o Windows e o Ubuntu Studio em dual boot. E assim fiquei durante seis meses utilizando os dois sistemas operacionais, confesso que usava mais o Ubuntu do o Windows. Na verdade, só instalei o windows para poder utilizar um programa arranjador de musica chamado Band in a Box que só funciona em Windows e Macintosh. Tentei, como experiência, rodar o  Band in a Box através do Wine do Linux, mas não conseguia ter bons resultados com ele. E assim, sem paciência com o Windows, vendi a maquina e comprei outro iMac usado.

MAS O LINUX É O SISTEMA OPERACIONAL DO FUTURO SIM!

Bem, você deve estar se perguntando: – “Qual o sentido de se fazer um post falando sobre o futuro do Linux, se você se diz fã dos Macintosh’s?” Minha resposta é bem simples: – “O S.O do Pinguim, desde quando eu o conheci, tem evoluído muito, e ainda evoluirá mais. É só uma questão de tempo, para que ele se torne bem mais fácil de se utilizar e tenha programas que satisfaça a todas as nossas necessidades. Tanto no se refere a jogos, uso diário como em produções multimídia. É só uma questão de tempo para que isso aconteça; o Linux tem uma comunidade enorme de desenvolvedores, e usuários sempre prontos para se ajudarem mutuamente.”
RESUMO.

O sistema operacional Windows é fraco no que se refere a segurança, as maquinas da Apple são caríssimas e o Linux é Opensource. Linux tem distribuições para todas as suas necessidades diárias, de redes a multimídia, além de vir recheado de programas e jogos que te atendam e, o que é mais importante, é seguro e confiável.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A MUSICA PERDE ARTHUR MAIA

ENTRANDO EM 2019

CÂMERA XIAOMI