Problemas com a cadeira de rodas motorizada Freedom SX Turbo




ITEM DE PRIMEIRA NECESSIDADE MAS QUE DEIXA A DESEJAR!

A sete meses atrás eu comprei a minha primeira cadeira de rodas motorizada, uma freedom modelo SX turbo. Escolhi esse modelo por achar que seria a melhor opção e porque, em foruns da internet, muitos cadeirantes afirmavam ser ela bem robusta e resistente. Eu já havia me decepcionado com a cadeira de rodas monobloco, modelo M3 da Ortobrás, e resolvi pesquisar muito antes de me decidir por uma motorizada. Bem, agora tenho uma decepção também com a Freedom: Primeira decepção foi com as baterias que quase me deixaram na rua, quando fui ao banco que não fica nem sequer um quilometro de distância de minha casa. Depois foram os braços; o emborrachado deles apodreceu e estourou - veja foto abaixo. 



BRAÇO TODO RACHADO.


A cadeira tinha apenas quatro meses de uso quando começou esses problemas com o braço; a borracha começou a rachar e, dois meses depois, tiver que tira-los.

Minha opção foi pedir a um amigo que trabalha com madeira para fazer um outro braço para mim. Pensei que não teria mais problemas e, que a única coisa que eu deveria fazer era comprar duas baterias de amperagem maior, para então, ter mais autonomia com a cadeira.

O BRAÇO DE MADEIRA QUE FIZ.


O braço de madeira é mais desconfortável, mas pelo menos, não dá problemas. 

Não foi muito difícil de faze-lo e nem de substituir o antigo por este. 

Agora, só tenho que pintar na cor preta para que orne com ela. 


LINKS PARA O MESMO ASSUNTO E RELACIONADOS.
Mais posts sobre a cadeira de rodas Freedom SX clique aqui para ver.

PROBLEMAS COM A BATERIA E O CARREGADOR.
Como eu disse, as baterias da minha cadeira de rodas Freedom SX, já começa a arriar antes mesmo do primeiro quilometro; acho que cada deve ter no máximo 30 Amperes, sendo assim, ela não aguenta o tranco. Eu estava pensando em comprar duas baterias de 50 amperes cada, mas, pela minha experiência, já previa que ia ter mais problemas, e não deu outra; o carregador de baterias não esta funcionando conforme deveria. Fica piscando o led verde direto, assim, não sei quando terminou de carregar. Ao pesquisar no mercado livre, encontrei vários modelos de carregador e, é lógico, todos caros; o mais barato esta na faixa R$ 300,00 (trezentos reais). Ai você me pergunta: - "A cadeira não esta na garantia?" Meu amigo, vou te responder: "Esta, mas eu não vou mandar o carregador da cadeira para o Sul do país e ficar esperando mais de três meses esperando". Este é o tempo, segundo ví no reclame aqui, que o pessoal fica na espera de uma solução. 

Vou vender esta cadeira e comprar um outro modelo. 

E olhe, eu ainda estou pagando o crédito acessibilidade do Banco do Brasil que pegue para poder compra-la. Mais uma vez me ferrei com essas cadeiras de rodas nacionais. Fazer o que?

VEJA UM VÍDEO QUE FIZ A RESPEITO DISSO!



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

HACKINTOSH

ÓCULOS ESPIÃO - Review

SETE BILHÕES E DUZENTOS MILHÕES DE PESSOAS NO MUNDO

GREVE DOS CAMINHONEIROS

NÃO EXISTE ALMOÇO GRATIS