O mundo livre do Linux

Logo do Linux



A filosofia do Linux é baixar e usar.


Hoje em dia não é preciso mais explicar o que é o Linux, todos sabem que é um sistema operacional para computadores; o que pouca gente sabe, ou entende é o seu funcionamento, e o porque de ele ser de livre uso. Ele é opensource, que significa literalmente Código aberto em inglês; quer dizer que você pode usa-lo, modifica-lo e distribui-lo, sem pagar ou cobrar nada para isso - mais ou menos isso, não sou um expert, mas posso dizer que é assim -. O Linux, assim como o OS X da Apple é baseado em Unix, a diferença é que o da Maçã é um sistema proprietário, o que significa que para usa-lo assim como a maioria dos programas que rodam nele há um custo, enquanto que no Linux você terá muitos programas que rodam sobre e, a grande maioria (senão todos) podem ser usados e distribuídos a vontade, se você desejar, poderá efetuar doações para a comunidade de desenvolvedores, afinal todos devem ter possibilidades de viverem e se sustentar através do seu trabalho. 


Linus Torvald idealizador do Linux 
Linus Torvald

O Finlandês Linus Torvald idealizou o Linux no ano de 1991, de lá para cá o sistema do Pinguin tem conquistado muitos utilizadores fieis devido a estabilidade, segurança e confiabilidade desse OS. No passado, no entanto, o sistema era considerado como algo para poucas pessoas, mais estudadas e dispostas a aprenderem, seu uso era mais para servidores pois não existiam muitas aplicações de uso geral como suítes de escritório, players de musica e etc. Outro fato também que impediam as pessoas mais comuns de se arriscarem a utiliza-lo era o de ter que na maioria das vezes, ter de usar a o terminal de comandos para fazer todas as operações e ter acesso as suas funcionalidades, até mesmo as mais simples. 
Desktop do Ubuntu


É lógico que todas as coisas evoluem, e se o OS do pinguim pretendia conquistar uma fatia no mercado, ele também teve de trilhar pelo caminho da facilidade. E assim surgiram as distros (é assim que os usuários gostam de chamar as distribuições Linux) mais fáceis de serem utilizadas e que, na maiorias das vezes dispensam quase que totalmente o uso do terminal (console) para a instalação, manutenção e uso do SO. Também surgiram os aplicativos (programas) para todas as necessidades do dia a dia para maioria das necessidades como o LibreOffice, BrOffice, OpenOffice (3 suítes de escritório Open Source), Gimp (semelhante ao Adobe Photoshop), Kdenlive (editor de videos) e Audacity (editor de arquivos de musica) e muitas outras que tornaram a vida dos seus antigos e novos utilizadores bem mais produtivas e práticas. Uma dessas distros é o Ubuntu que atualmente é uma das mais populares.

PINGUY OS

LINUX MINT

LINUX FX

Bem, as imagens e sites acima é para você ter alguma noção da aparência de algumas distribuições Linux, não é minha pretenção (nem tão pouco tenho conhecimento para isso) fornecer todos os detalhes e sites de todas as distros, mesmo porque, são muitas, e eu não teria tempo de escrever ou  dar informações sobre todas elas. Se você pretende saber mais sobre o sistema operacional do Pinguim dê uma pesquisada no google ou outro site de busca de sua preferência. Se quiser saber sobre as 10 distribuições mais recomendas para iniciantes clique aqui que você vai ver qual aquela que mais se adapta as suas necessidades. 

Para finalizar posso te dizer que se você esta pensando em migrar do Windows você tem duas boas opções; Linux ou Mac OS X, ambos são ótimos mas, no caso dos Macintosh a única proibição - no meu ponto de vista - é o preço do Hardware, que no segundo caso é muito caro, enquanto que com o linux você pode optar por montar uma maquina mais de acordo com suas possibilidades econômicas. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A MUSICA PERDE ARTHUR MAIA

ENTRANDO EM 2019

CÂMERA XIAOMI