A industria do câncer

E O VENENO CHAMADO QUIMIOTERAPIA!

Eu gosto de pensar em médicos, como pessoas dedicadas ao bem estar alheio e como profissionais que desejam fazer o bem, por amor ao ser humano e pela satisfação de poder curar. Vamos dizer um sacerdócio. Acredito que a maioria deles são assim, devem sentir uma satisfação enorme ao verem - depois de tratar seus pacientes - que eles apresentam uma expressiva melhora, ou que se curaram. No entanto, sei também, que em qualquer ramo de atividade humana, que existem os profissionais (principalmente na medicina), que apenas desejam serem chamados de Doutor. E quantos outros apenas desejam ganhar dinheiro, terem uma conta bancária com um saldo alto? Tudo bem, dinheiro e sucesso financeiro é realmente muito atrativo. Mas aceitar que em alguns ramos de atividade profissional, essa seja a principal causa de a ter escolhido como negocio, é nojento demais de se aceitar.

A RELAÇÃO ENTRE LABORATÓRIOS E MÉDICOS!
Todos nós sabemos, que entre profissionais e seu fornecedores, existe uma relação de troca que é benéfica a ambos. Uma troca financeira, do tipo toma lá, da cá. Entre médicos e laboratórios essa relação também existe, mas ao que parece ela vai a um ponto absurdo em que, os vendedores de laboratórios é que estão ditando as regras desse jogo. Fico imaginando, como um medico que depois de tantos anos de estudo, aceite que representantes de laboratórios, ou da industria de medicamentos lhe digam o que receitar para os seus pacientes? Não seria isso a mesma coisa que praticar a automedicação? As vezes fico totalmente descrente da medicina moderna.

PORQUE A ONCOLOGIA MODERNA AINDA É ANTIQUADA?
A quimioterapia, já se sabe hoje, que mata mais que o próprio câncer. Ela foi descoberta na década de 40 (quarenta), e de lá para cá, sofreu pouca ou quase nenhuma alteração. A grande verdade, é que ela acaba com as pessoas que a utilizam para se tratar do câncer. Os pacientes ficam extremamente debilitados, sentem náuseas e as mais simples funções de seu organismo, deixam de funcionar. É triste ver um paciente que esta se tratando com a quimioterapia, quando ele começa a enfraquecer e ficando, cada seção de tratamento, mais enfraquecido. Mais triste ainda é quando se leva o paciente ao oncologista e o mesmo manda que trazê-lo de volta, porque não pode fazer mais nada por ele. O que mais me revolta é que, cada paciente que se trata com a quimioterapia, representa uma grande soma em dinheiro que entra nos cofres dos laboratórios e das clinicas de oncologia. Seria esse o motivo pelo qual ela ainda continua a ser utilizada, mesmo quando todos sabem que envenena as pessoas?

UMA CONCLUSÃO ABSURDA?
Vivemos em uma época em que o genoma foi mapeado, fazemos transplantes de coração e outros órgãos humanos. Quer dizer, a ciência química e médica esta muito evoluída, mas a oncologia ainda continua a utilizar métodos ultrapassados, o que é que esta errado com a oncologia moderna? É fácil responder: - "A oncologia moderna, não é realmente moderna. Parece que ela não se interessa pelo que é moderno, não busca a evolução, mas sim gosta de continuar a viver e a utilizar de métodos antiquados e ultrapassados."

Enquanto ela continuar a se manter assim, os profissionais (os bons, é claro), continuaram a passar a vergonha de apenas ganharem fortunas com a desgraça alheia. Você acha que não existem Oncologistas que se envergonham disso? Pois eu considero que existe muitos profissionais nesse ramo que gostariam mais, de poder dar uma cura, ou um tratamento verdadeiro aos seus pacientes, e não os envenenarem.

Acredito muito nisso.

Links abaixo.






FOSFOETANOLAMINA


Postagens mais visitadas deste blog

Uma mentira repetida mil vezes torna-se verdade

BURN - gravador de CD/DVD no Mac

Chácara da Aline